Thursday, December 14, 2017
EDUARDO MATARAZZO SUPLICY

Maratona Suplicy: precisamos debater as mortes no trânsito de SP

novembro 13, 2017

O vereador Eduardo Suplicy participou nesta segunda-feira (13/11) de audiência pública da Comissão de Política Urbana, Metropolitana e Meio Ambiente, na Câmara Municipal.

O evento foi convocado pelo mandato do vereador, com o tema “Mortes no trânsito: onde está a responsabilidade do Poder Público”, para discutir os altos índices de acidentes nas ruas da capital.

Segundo Suplicy, a audiência pública sobre mortes no trânsito foi convocada com base na medida tomada pela gestão João Doria de aumentar o limite de velocidade nas Marginais Tietê e Pinheiros.

“A quantidade de mortes no trânsito na cidade de São Paulo mostra a necessidade de reavaliarmos as circunstâncias em que tais acidentes ocorrem e as medidas que estão sendo tomadas para diminuí-los”, afirma o vereador.

Pela manhã, Suplicy participou de roda de conversa no ITTC (Instituto Terra, trabalho e Cidadania) com o tema “Projeto de Lei Política Municipal de Atendimento às Pessoas em Restrição de Liberdade e Egressas”.

O vereador é um dos entusiastas da implantação de políticas municipais de atendimento às pessoas egressas do sistema penitenciário – especificamente na questão do emprego para essa população, que enfrenta dificuldades na busca por trabalho.

À tarde o vereador Eduardo Suplicy recebeu em seu gabinete representantes do Movimento Desmonte do Minhocão para discutir o Projeto de Lei 10/2017, que pretende criar o Parque do Minhocão.

Final de semana

No sábado (11/11), o vereador Suplicy participou do evento Virada Política, na Câmara Municipal. Foi um encontro que ocorre anualmente cidadãos, ativistas e políticos.

É um espaço de respeito e diálogo, onde diferentes perspectivas e opiniões podem se encontrar, aprofundar ideias, conectar ações e se inspirar. Ela acontece em São Paulo desde 2014.

Ele participou também da realidade visceral da campanha “encarceramento em massa não é justiça”, onde ele dialogou sobre seu projeto que garante vagas de trabalho para egressos do sistema prisional.

À tarde, ele compareceu ao encontro “Juventude do PT da macrorregião de Ribeirão Preto”, em Araraquara. “Juventude participativa e consciente das mudanças necessárias para tornar o Brasil um país verdadeiramente democrático”, disse o vereador sobre o evento.

Suplicy aproveitou e conversou com Edinho Silva, prefeito petista de Araraquara, sobre 2018. Na conversa, o vereador disse que acha natural que possa ser candidato ao Senado, mas que isso deve ser resolvido com amizade e companheirismo com Fernando Haddad, Luis Marinho e a militância do partido. Edinho manifestou seu apoio a Suplicy.

No domingo (12/11), ele foi a um evento da instituição Vamos – Sem Medo de Mudar, em São Paulo. Suplicy reafirmou seu apoio ao Teatro Oficina Uzyna Uzona, de José Celso Martinez Correa, em sua disputa com o Grupo Silvio Santos, local do debate.

O vereador ainda falou sobre  a Renda Bácia de Cidadania com os convidados Boaventura de Sousa Santos, sociólogo português, e o deputado espanhol Rafael Mayoral, do partido Podemos.

Mayoral afirmou que a Renda Básica é um meio fundamental para acabar com a pobreza no mundo; já Boaventura afirmou que Portugal tem um rendimento mínimo de inserção, que está defasado, não tira ninguém na pobreza. Sua valorização é um dos pontos principais dos programas sociais dos partidos de esquerda em Portugal.

Por favor Subscreva e dê um Gosto:

Intagram

Partilhar

Facebook