Thursday, November 23, 2017
EDUARDO MATARAZZO SUPLICY

Maratona Suplicy: pela preservação da transparência na gestão pública

novembro 08, 2017

O vereador Eduardo Suplicy fez um contundente pronunciamento na sessão da Câmara Municipal desta quarta-feira (8/11) sobre a Lei de Acesso de Informação na cidade de São Paulo.

Suplicy viu com muita preocupação a repercussão de reportagem publicada pelo jornal “O Estado de S. Paulo” –  “Gestão Doria age para dificultar a Lei de Acesso à Informação”, de autoria de Luiz Fernando Toledo.

Na sessão plenária da Câmara, a pauta previa a discussão e votação do Projeto de Lei (PL) 705/2017, que autoriza o Executivo a fazer a privatização do Autódromo de Interlagos.

Suplicy, assim como a bancada do PT, votou contra o projeto, já que o partido tem uma posição sólida contra a venda de patrimônio público e privatizações conduzida pela gestão João Doria (PSDB).

Ainda durante a sessão, ele assinou um requerimento proposto pela vereadora Soninha Francine (PPS) para criar uma CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) dos Valets, aquelas empresas que oferecem manobristas de veículos nos restaurantes, bares e casas de shows. Recentemente um funcionário embriagado de uma das empresas em São Paulo causou um grave acidente que resultou na morte de uma pessoa.

Pela manhã o vereador concedeu uma entrevista para uma tese de doutorado sobre o impeachment da presidenta Dima Rousseff. Logo em seguida, participou do programa “Zé Américo Entrevista”, conduzido pelo deputado estadual Zé Américo (PT) ao vivo no Facebook.

À noite, Suplicy compareceu a mais uma apresentação de seu filho João no Museu da Imagem e do Som, nos Jardins. Foi o show de lançamento do CD “João”.

Na terça-feira (7/11), em um dia menos movimentado, Suplicy participou de mais uma reunião da CPI da Feira da Madrugada, que ouviu comerciantes e representantes da administração sobre as questões de segurança no local da feira comercial.

Ele também comemorou a sanção de dois projetos do qual é coautor. O projeto de resolução 22/2017 foi promulgado pelo presidente da Câmara, Milton Leite (DEM), e trata da criação da Frente Parlamentar de Promoção e Igualdade Racial.

Já o projeto de lei 27/2017 foi sancionado pelo prefeito João Doria e trata das diretrizes na elaboração de políticas públicas da primeira infância.

Por favor Subscreva e dê um Gosto:

Intagram

Partilhar

Facebook