Thursday, October 19, 2017
EDUARDO MATARAZZO SUPLICY

Maratona Suplicy: apoio ao Teatro Oficina, de Zé Celso

outubro 10, 2017

A luta do Teatro Oficina Uzyna Uzona é a nossa luta. Assim o vereador Eduardo Suplicy enfatizou a questão do complexo cultural dirigido pelo dramaturgo José Celso Martinez Correa, que trava uma luta contra o Grupo Silvio Santos no bairro da Bela Vista, na área central de São Paulo.

Suplicy fez nesta terça-feira (10) um contundente discurso no plenário da Câmara Municipal sobre a questão, lendo uma carta escrita pelo dramaturgo e exibindo uma declaração da atriz Fernanda Montenegro sobre a importância da cultura e contra os constantes ataques a eventos culturais.

O Teatro Oficina, como é conhecido, fica na rua Jaceguai e foi considerado um dos melhores locais do mundo pelo jornal inglês The Guardian para se assistir a um espetáculo.

A questão é que, ao lado do teatro, o empresário Silvio Santos quer construir um enorme complexo comercial e residencial, colocando em risco a área do Bixiga, que tem movimento cultural intenso e reconhecido como um dos mais importantes da América Latina.

O dramaturgo divulgou nova carta aberta sobre o impasse nas negociações com Silvio Santos, que estão sendo intermediadas por Suplicy e pelo prefeito João Doria (PSDB).

O empresário, que é dono do SBT, segue irredutível e insiste na construção do complexo comercial, que pode descaracterizar o bairro. Uma nova reunião sobre o assunto deverá ocorrer ainda em outubro para discutir a questão.

Nesta terça-feira o vereador também participou de reunião da CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Feira da Madrugada.

O principal depoimento foi do capitão Mauro Antônio Brancalhão Júnior, do setor de vistoria do Corpo de Bombeiros. Ele informou que a Feira da Madrugada está regularizada e possui um Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB) válido até dezembro do ano que vem.

Veja abaixo o discurso de Suplicy na Câmara nesta terça-feira:

Intagram